Elétrico, eletrônico ou eletroeletrônico

por maio 23, 2020Blog0 Comentários

Muitas são as dúvidas do que é considerado um Resíduo Eletrônico

As pessoas entram em contato conosco por email, whatsapp e por telefone para perguntar o que elas podem destinar, o que é considerado um resíduo eletrônico afinal!

Vou procurar auxiliar. Não tenho como esgotar o tema, mas darei algumas definições e exemplos.

Veja em nossa publicação anterior, também pode ajudar: https://parcs.com.br/mas-afinal-o-que-e-lixo-eletronico/

 

Existe uma norma da ABNT, a 16156, que definiu o que é um equipamento Eletroeletrônico:

Se o equipamento precisa de energia para funcionar, seja ela elétrica ou ele recebe essa energia por bateria ou pilha ele é considerado um equipamento eletroeletrônico.

Ou ainda se o equipamento gera energia ou transmite ou transforma energia ele também é considerado um equipamento elétrico ou eletrônico.

Link ABNT encurtador.com.br/aizPX

Normalmente utilizamos o termo eletroeletrônico

No entanto, existe o equipamento ELÉTRICO, apenas elétrico.

Estive em contato com o engenheiro elétrico Alexandre Torrado que me explicou o seguinte:

O equipamento elétrico é um dispositivo que corrente elétrica passa por ele.

Como é o caso do disjuntor, contator, reles, fios e cabos, inversores, motores.

O disjuntor por exemplo, ele é um equipamento de segurança, ele desarma quando existe uma sobrecarga de energia.

 

O equipamento ELETRÔNICO

Possui circuitos elétricos que fazem o equipamento funcionar, geralmente com o uso de placas de circuito impresso, capacitores, transformadores, por exemplo. Então o equipamento eletrônico é formado por circuitos elétricos e eletrônicos que representa, armazena, transmite ou processa informações para o seu correto funionamento.

 

Neste vídeo eu mostro alguns exemplos, assista, é rápido e legal.

E quando o equipamento estragou, o que é correto fazer?

Tanto o equipamento elétrico como o eletrônico quando estragou, ficou obsoleto e chegou no final de sua vida útil se torna um Resíduo e precisa ser destinado corretamente.

Não pode ser colocado no lixo comum, por menor que ele seja.

E para isso você e sua empresa pode contar com a Parcs.

Somos uma empresa especializada no destino correto de resíduos elétricos eletrônicos, fios e cabos e metais

Temos licença Ambiental expedida pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Curitiba e temos também o Cadastro Técnico Federal do Ibama

Nossos funcionários tem a saúde ocupacional protegida. E nosso Ambiente de trabalho é feliz!

Se você ou sua empresa precisa destinar resíduo eletroeletrônico entre em contato com a gente, deixe nos te atender da melhor forma que pudermos.

8 + 2 =

Alumínio e a reciclagem

Alumínio e a reciclagem

ALUMÍNIOO alumínio foi e é muito importante para o desenvolvimento da sociedade moderna. Apesar de ser considerado um recurso natural inesgotável, a constante e crescente exploração afeta o ambiente.O alumínio possui características que lhe conferem uma extrema...

Meio ambiente como direito fundamental e difuso

Meio ambiente como direito fundamental e difuso

O ponto gatilho para o estudo acerca do MEIO AMBIENTE é a perspectiva oferecida pela ISO 14001:2004 que o descreve como “circunvizinhança em que uma organização opera, incluindo-se ar, água, solo, recursos naturais, flora, fauna, seres humanos e suas inter-relações” ...

O lixo eletrônico colocado nas lixeiras de rua

O lixo eletrônico colocado nas lixeiras de rua

O resíduo eletrônico não é considerado um resíduo perigoso, no entanto é considerado um resíduo potencialmente contaminante e apensar de ser quase 95% reciclável, por não ser inerte, ele não pode ser tratado como papel, papelão ou embalagens plásticas, ou seja, não...